Você é o líder que sua empresa precisa?


Você é o líder que sua empresa precisa?

O problema é que, toda vez que uma organização começa a trazer gente inteligente e motivada, não demora muito para que cada um ache que tem que ir numa determinada direção. A maior dificuldade é fazer esse “povo” caminhar na direção que a organização pretende ir.”

Hoje, encontrar pessoas que em certas ocasiões conseguem liderar uma equipe está se tornando cada vez mais incomum. Ser um líder não é apenas mandar, mas sim, conhecer o mercado de trabalho e as pessoas da equipe e, também, encontrar meios que possam aperfeiçoar a forma como a produtividade venha em um ritmo crescente.

Um líder deve encontrar uma forma de manter as equipes sempre unidas para que possam andar juntas rumo ao sucesso. Não tem sido fácil encontrar pessoas assim.

De acordo com Max Gehringer, escritor e palestrante, enquanto diretor de uma certa empresa, ele fazia algumas atividades para conhecer mais suas equipes. Em uma dessas dinâmicas o intuito era dar sugestões para a melhoria da empresa, mas as pessoas só conseguiam opinar e criticar o serviço dos colegas de trabalho. Nenhum deu sugestões de como melhorar o próprio serviço.

Outro exemplo citado foram as entrevistas que Gehringer fez com diversas pessoas. O mais comum era ouvir respostas prontas encontradas facilmente na internet. Um em cada dez entrevistados respondiam sinceramente e, consequentemente, foram esses que conseguiram o emprego.

O mercado de trabalho tem se afunilado constantemente enquanto a população só aumenta. Entenda que hoje, as máquinas tomaram conta da maioria das atividades nas companhias, portanto, você deve encontrar um diferencial que o torne único e indispensável para a empresa.

Outra história que Gehringer relata foi uma ideia que teve enquanto trabalhava na Elma Chips. Eles tinham um grande depósito com média de duzentos vendedores e vários veículos utilizados para distribuir os produtos pela cidade. Sua proposta foi construir cerca de vinte depósitos com poucos vendedores para que o custo diminuísse. Ou seja, as entregas eram mais rápidas e não precisavam correr a cidade toda. Com poucas pessoas em cada ambiente facilitava a comunicação, a dinâmica, a divisão de tarefas e, novamente, diminuiria os custos.

As companhias procuram por pessoas que saibam liderar, que tenham sinceridade, que se permita opinar e criticar sobre o próprio serviço e que, além de tudo, sejam criativas e disponham de ideias que possa acrescentar mais funcionalidade e crescimento para a empresa. Essa pessoa pode ser você! 


Fonte: Max Gehringer