Rafaela Silva - Ouro Olímpico Rio 2016

Rafaela Silva - Ouro Olímpico Rio 2016

TEMAS


Rafaela Silva - Ouro Olímpico Rio 2016

Rafaela Lopes, judoca e militar brasileira. Atualmente, ocupa a graduação de terceiro sargento na Marinha do Brasil e integrante do Centro de Educação Física Almirante Nunes (CEFAN), do Departamento Militar Esportivo.

Em agosto de 2013, tornou-se a primeira brasileira a se sagrar campeã Mundial de Judô. Em 8 de agosto de 2016, conquistou a medalha de ouro da categoria até 57Kg nas Olimpíadas Rio 2016, após derrotar a judoca da Mongólia, Sumiya Dorjsuren, então líder do ranking mundial. Com isso, ela se tornou a primeira atleta da história do judô brasileiro, entre homens e mulheres, a ser campeã olímpica e mundial.

O primeiro esporte de que gostou foi o futebol, praticando contra outros meninos em um campo de terra próximo a sua casa, em Jacarepaguá.

Preocupados com o tempo gasto brincando na rua, quando Rafaela tinha 7 anos seus pais, Luiz Carlos e Zenilda Silva, a inscreveram junto da irmã, Raquel, para aulas de judô no Instituto Reação, recém-montado na Cidade de Deus pelo ex-atleta Flávio Canto.

A aptidão das irmãs era tanta que o técnico Geraldo Bernardes pediu ao pai Luiz Carlos para que elas permanecessem no judô, pois tinham potencial de se tornarem atletas da seleção.

O desempenho de Raquel começou a degringolar após lesões nos joelhos, mas Rafaela logo se destacava. Em 2008, ganhou uma das etapas da Copa do Mundo de judô e tornou-se campeã mundial sub-20.

Em 2011, para competir nos Jogos Pan-americanos de Guadalajara, no México, desbancou Ketleyn Quadros, a primeira brasileira a subir ao pódio no judô nos Jogos Olímpicos, e ganhou a medalha de prata na categoria até 57 kg. Ainda em 2011, foi vice-campeã mundial adulta em Paris 2011, com apenas 19 anos de idade.

Nos Jogos Olímpicos de Verão de 2012 em Londres, Rafaela foi desclassificada pelos juízes na segunda rodada por um golpe ilegal. Ainda em 2012, em dezembro, foi medalhista de bronze no Grand Slam de Tóquio (categoria até 63kg).

2013 foi um ano de glórias para a judoca. Em abril, logrou a medalha de ouro no Pan Americano de Judô. Em agosto, Rafaela entrou para a história do Judô brasileiro ao tornar-se a primeira brasileira a se sagrar campeã Mundial de Judô, vencendo na final a americana Marti Malloy.

Em Fevereiro de 2015, entrou para marinha e a atleta venceu o Grand Prix de Düsseldorf, na Alemanha, ganhando cinco lutas, quatro por ippon.

Nas Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro, conquistou a medalha de ouro na categoria até 57 quilos, ao vencer a rival Dorjsürengiin Sumiyaa, da Mongólia.

Foi a primeira medalha de ouro ganha pelo Brasil nas Olimpíada de 2016.

Temas de Palestras

- Esportes
- Lutadores
- Motivação
- Superação de Desafios / Mudanças
- Trabalho em Equipe / Disciplina