TEMAS


Daniel Dottori

A sua paixão sempre foi o palco e o diálogo com a plateia. Descobriu essa vocação ainda adolescente, quando começou sua carreira no teatro, fazendo peças amadoras no pequeno palco da escola.

Escolheu esse caminho para a vida: se formou em Artes Cênicas pela ECA USP (2002) e desde então atuou em mais de 30 peças profissionais.

Tanto sua formação acadêmica como as centenas de horas de palco parece que sempre tiveram um objetivo claro: entender como estabelecer uma conexão clara entre palco e plateia, entre a mensagem e a audiência.

Desde de 2000, ampliou sua atuação como ator. Apresentou eventos, vídeos institucionais e tevês corporativas - muitas delas com transmissão ao vivo para todo o Brasil.

É difícil contabilizar o número de vídeos e eventos. Parou a conta quando ultrapassava os 900! Durante todo esse período teve a oportunidade de trabalhar para os mais variados clientes e empresas.

Em cada trabalho, encontrou no humor minha principal característica. Seu maior desafio nos eventos corporativos é colocá-lo na medida certa.

Ele realmente acredita que a informação passada através de um sentimento positivo fica melhor gravada na memória.

Os trabalhos de maior destaque são:

- Em 2016 o Professor Ginga do seriado Que talento! no Disney Channel.
- No mesmo ano Durval na série Máximo & Confúcio a ser exibido na Tv Cultura.
- O personagem Alberto, na série de ficção PSI exibida pela HBO.
- Apresentou o programa Um mundo pra chamar de seu, sobre sustentabilidade ao lado de Rosana Jatobá para o canal GNT.

A primeira atuação para Rede Globo foi no programa Retrato Falado, no SBT na novela Mirassol, na GNT na série Mothern, para a HBO foi em O Negócio e para o canal Comedy Central no programa O que tem pra hoje. A lista de canais e programas não para por ai... no cinema foi protagonista do curta Aja por instinto de Paulo Disca, curta que participou de festivais no Brasil, EUA e Europa.

Teatro, o primeiro espetáculo profissional aconteceu em 1996; atuou em A cantora careca, de Ionesco, sob a direção de Pablo Moreira. Mais de 22 peças encenadas entre 1998 e 2015, durante esses anos teve a oportunidade de trabalhar com diretores como: Jairo Mattos, Frederico Foroni, Beth Lopes, Sebastião Apolônio, Hugo Possolo, Leonrdo Cortez e Marcelo Lazzaratto. Atualmente integra a Cia. dos Gansos e em seu espetáculo mais recente (2014/2015), Maldito Benefício, recebeu a indicação de Melhor ator coadjuvante no Prêmio Aplauso Brasil.

Corporativo, desde de 2000 apresenta eventos, vídeos institucionais e tevês corporativas - sendo algumas com transmissão ao vivo para todo o Brasil. É difícil contabilizar o número de vídeos e eventos...devem superar os 700... Durante todo esse período trabalhou, e ainda trabalha, para clientes como: Intel, Samsung, BRF, Ambev, VW, Unilever, Unibanco, Heineken, Itaú, UP!, Andrade Gutierrez, Bayer, Mercedes-Benz, FIAT, GSK, TEVA, Taste of São Paulo e muitos outros.

O reconhecimento maior nesse segmento aconteceu em 2014 no Festival de Cannes; o vídeo sobre segurança no trabalho realizado para Andrade Gutierrez recebeu o Golfinho de Prata.

Tipo de Trabalho:

- Mestre de cerimônia.
- Presença VIP

AT 10-08