TEMAS


Miguel Falabela

Miguel Falabella de Sousa Aguiar é um ator, dramaturgo, diretor, dublador, cineasta, escritor e apresentador de televisão. É conhecido, entre outros muitos trabalhos, por interpretar Caco Antibes na sitcom Sai de Baixo e por apresentar o Vídeo Show por mais de 15 anos. Foi carnavalesco das escolas de samba Império da Tijuca e Rocinha.

Desde pequeno, quando morava na Ilha do Governador, assistiu ao musical Hello, Dolly, estrelando por Bibi Ferreira, e se encantou pelo mundo da dramaturgia. Estreou na televisão em 1982, no programa Caso Verdade, no episódio "Jam e Jim", onde dava a vida ao personagem título. Logo depois, participou de sua primeira novela, Sol de Verão, de Manoel Carlos, como o médico Romeu.

Conquistou o sucesso em 1986, ao interpretar Miro, no remake Selva de Pedra, de Janete Clair. Estreou como apresentador de televisão no programa Vídeo Show em agosto de 1987. O sucesso foi tanto, que Miguel permaneceu a frente de programa até janeiro de 2002, quando foi substituído por Márcio Garcia, e este por André Marques.

É um artista bastante ativo no teatro e na televisão. Nos palcos, além de musicais nacionais, costuma trazer a Broadway para o Brasil. Atuou no grande sucesso Loiro, Alto, Solteiro, Procura e escreveu também A Partilha, peça que ganhou versão para o cinema. Na televisão, dentre muitos trabalhos, alcançou grande popularidade apresentando o programa Vídeo Show durante 15 anos, e também representando Caco Antibes no humorístico Sai de Baixo.

Sua ligação com a poesia e a escrita é forte. Participou de alguns CDs de poesia, e escreveu alguns livros. Foi também autor de várias crônicas publicadas em jornais e revistas, sua coleção mais famosa delas era intitulada Coração Urbano.

Participou da série de comédia Toma Lá, Dá Cá, também na Globo, como o ex-surfista Mário Jorge, programa do qual assinava o roteiro, ao lado da amiga Maria Carmem Barbosa. A série foi cancelada em dezembro de 2009, as razões para o término das mesmas segundo o próprio Falabella, foram dele, que disse "Acho bom sair no auge". A série também deve virar filme.

Em 2010 ele estreou na TV o seriado A Vida Alheia, sem plateia e gravado em externas. Segundo Miguel, o objetivo do programa em si não é de ser uma atração de humor, mas sim uma retratação da dura vida dos paparazzi, os repórteres fotográficos das chamadas revistas de fofocas.

Em 2013 ocorreu a estreia do seriado Pé na Cova em que ele interpreta Ruço, o personagem e principal, e que também é roteirista da série. Segundo Miguel, ele acha que "a partir dos 50, e a morte vira uma realidade. Em fevereiro do mesmo ano ele declarou que Pé na Cova deverá ser sua última atuação na TV, e que também pretende deixar o teatro, já que prefere escrever.

Em 2014, escreve a série Sexo e as Nêga, paródia de Sex and the City, que retrata a vida de quatro amigas de Cordovil, no subúrbio do Rio de Janeiro.

Em 2018, Miguel foi homenageado no carnaval carioca pela escola de samba Unidos da Tijuca, vizinha e co-irmã do Império, escola pela qual foi carnavalesco nos anos 90.

Cinema:

Como roteirista

2001 - A Partilha
2008 - Polaroides Urbanas (também como diretor)
2019 - Sai de Baixo - O Filme

Como ator:

1981 - A Mulher Sensual
1982 - O Sonho Não Acabou - Silveirinha
1984 - Sole Nudo
1985 - O Beijo da Mulher Aranha - tenente
1986 - Vento Sul
1987 - A Dama do Cine Shanghai - Lana
1990 - Beijo 2348/72 - Zeca
1999 - Zoando na TV - Rodolfo Augusto
2001 - A Partilha
2004 - Redentor - Otávio Sabóia
2008 - Cleópatra - Júlio César
2019 - Sai de Baixo - O Filme - "Caco" Carlos Augusto Vasconcellos Antibes

Como dublador:

1996 - Coração de Dragão - Draco
1999 - O Pequeno Stuart Little - Snowbell
2001 - Rugrats em Paris - Jean Claude

Temas das Palestras:

- Fala sobre sua carreira e Vivência Cultural
- É muito solicitado como Mediador em Eventos

Tipos de Trabalhos:

- Atores / Celebridades
- Presença VIP
- Mestre de Cerimônia
- Moderador de Debates

AT 11-09