TEMAS


José Roberto Burnier

José Roberto Burnier cursou rádio e televisão na Fundação Armando Álvares Penteado, em São Paulo. Trabalhou no Globo Rural e ao sair de lá ingressou no Globo Rural indo para a redação do jornalismo de São Paulo. Participou da cobertura da Assembleia Constituinte e da eleição presidencial brasileira de 1989, quando foi escalado para acompanhar a campanha de Luiz Inácio Lula da Silva. Desde então trabalhou nas coberturas de todas as eleições presidenciais.

Burnier foi editor-chefe e âncora do telejornal Bom Dia São Paulo. Nessa época, acompanhou a chegada do corpo de Ayrton Senna, o cortejo pelas ruas de São Paulo, e o enterro do piloto. Acompanhou o julgamento de Suzane Richthofen e dos irmãos Cravinhos, acusados pelo assassinato dos pais da jovem.

Tornou-se o primeiro correspondente fixo da TV Globo em Buenos Aires. Burnier cobriu diversos eventos ocorridos na América Latina, como o plebiscito de revogação do mandato do presidente venezuelano Hugo Chávez e a eleição do presidente boliviano Evo Morales.

Voltou para o Brasil e, como repórter especial, passou a cobrir a cidade de São Paulo para o Jornal Nacional. Acompanhou fatos como a onda de violência em São Paulo e a queda do avião da TAM em 2007.

Em Julho de 2018, Burnier deixou a reportagem do Jornal Nacional e foi para Globo News para comandar um telejornal matinal, o GloboNews em Ponto.

Temas de Palestras:

- Palestras sobre Jornalismo
- Mediação de Debates
- Mestre de Cerimônias

AT 06-20